Enquete

  01) Sim;

  02) Gostaria de obter mais informações;

  03) Não conheço.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

16.05.2018 14:13

Universitários de Rondonópolis visitam o TJ
Compartilhe
Tamanho do texto:
Os alunos de Direito do 3º ao 10º semestre da Universidade de Cuiabá (UNIC) do Campus Ari Coelho, localizado em Rondonópolis, visitaram as dependências do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, ação promovida pelo programa “Nosso Judiciário”.
 
A iniciativa do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) e, principalmente, a presença da desembargadora Maria Erotides Kneip, que acompanhou e trocou experiências com os estudantes no “Espaço Memória”, foi muito elogiada por eles.
 
A universitária do 10º semestre, Ingrid da Costa Lima, visitou o TJ pela primeira vez e achou muito importante ser recebida por uma magistrada. “Tive outras oportunidades de vir, mas não foi possível. Então, por ser o último semestre, resolvi vir agora, é como uma despedida. E ser recebida pela desembargadora Maria Erotides, tornou a visita ainda mais especial, porque ela é uma referência para nós mulheres. Quem sabe um dia eu me torno desembargadora também.”
 
“Essa é a segunda vez que visito o TJ e fico muito satisfeito por estar aqui adquirindo mais conhecimento. E ao ouvir a desembargadora, nos dá mais certeza do que queremos. A princípio, vou começar como advogado, mas quero me tornar um delegado no futuro.” Disse Paulo Sérgio, também estudante do 10º semestre da UNIC Rondonópolis.
 
A docente do curso de Direito Élcia Martins, falou um pouco sobre a importância do projeto, que ela começou participar no ano passado. “Eu comecei a trazer os alunos porque tinha duas turmas da matéria de Recursos e entendi que era necessário vir com eles para conhecer a casa onde se busca direitos. Foi interessante porque descobri o desenrolar desse processo, que está estendido ao Ensino Fundamental e Médio. Por isso, faço questão de trazer uma turma por período para conhecer o Tribunal de Justiça.”
 
A desembargadora Maria Erotides diz ser muito especial receber os alunos do interior do Estado e ver muitas mulheres entrando na área é importante. “Levar o Tribunal para dentro do Estado é muito especial e torna as coisas mais transparentes, porque mostramos às pessoas que aqui tem um local onde eles podem buscar seus direitos e lutar por justiça. As mulheres aqui podem ver que podem chegar nos postos do Tribunal de Justiça, podem e devem estudar, trabalhar e se formar. Chegar até aqui, como mulher, é uma conquista e elas devem continuar esse trabalho que foi capitaneado pela nossa eterna desembargadora Shelma Lombardi de Kato.”
 
Veja mais fotos em nosso Flick. Clique AQUI.
 
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409