Enquete

  01) Sim

  02) Não

  03) Ainda não pensei sobre o assunto

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

11.06.2019 14:00

Judiciário em Movimento: presidente do TJMT busca aproximação e transparência em audiência pública
Compartilhe
Tamanho do texto:
Objetivando a aproximação da população, a transparência e a participação popular, o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, inaugurou os debates da 2ª Audiência Pública para elaboração do Plano Plurianual e Planejamento Estratégico do Poder Judiciário (2021-2026). O evento foi realizado nessa manhã (11 de junho), no auditório do Fórum de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá). A audiência debate temas essenciais para a oferta de um serviço acessível, célere e eficiente aos cidadãos.
 
Conforme destacou o presidente do TJMT, é preciso saber as necessidades da população e a audiência pública é o local adequado para promover o debate de ideias com os vários setores da sociedade. “Essa é a primeira audiência pública aqui em Várzea Grande e o Judiciário em Movimento pretende ir àqueles locais mais longínquos do Estado. Além disso, pretendemos agregar outros serviços à população junto a parcerias com as prefeituras, objetivando chegar a pontos convergentes, divergentes ou usando o princípio do contraditório, em busca de um judiciário mais acessível, célere e eficiente”, pontuou.
 
Os encaminhamentos feitos durante o evento subsidiarão a elaboração do Plano Plurianual 2020-2023 (PPA) e do Planejamento Estratégico do Poder Judiciário 2021-2026. O evento atenderá as demandas do Polo Judicial I, que engloba as comarcas de Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Poconé, Santo Antônio do Leverger, Várzea Grande e Nova Brasilândia. Até o dia 30 de junho de 2020 outros municípios polos do Estado serão atendidos. A primeira ação ocorreu em Rondonópolis, em abril deste ano.
 
O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos, enalteceu a atual gestão, que está aproximando o Judiciário da população. “Esse é um momento de extrema importância. Devemos ressaltar essa nova direção do Poder Judiciário, que está em movimento. Quero aqui parabenizar todo o Poder Judiciário pela democratização e o acesso à população e, em nome da advocacia, reconhecer o esforço hercúleo de cada magistrado e cada servidor. Este é um momento importante para que caia qualquer cortina que possa distanciar o Poder Judiciário da população”, ponderou.
 
A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, explicou que o dever de cada ente público é atender as demandas da sociedade, assim como está fazendo o Poder Judiciário, por meio dessa audiência pública. “Só podemos fazê-lo se a própria sociedade participar do processo. Daí a grande relevância desse evento, pois o nosso dever é demostrar nosso planejamento, nossas políticas e as ações que serão tomadas na prática para validar os direitos dos cidadãos – assim como está sendo feito aqui nesse momento pelo Judiciário”, comentou.
 
E já inaugurando as demandas da audiência pública, o prefeito de Santo Antônio do Leverger, Valdir Castro Pereira Filho, pediu ao Judiciário atenção aos cidadãos do Vale do Rio Cuiabá. “Olhe para nossos municípios. Precisamos levantar a bandeira do Vale do Rio Cuiabá, manter as comarcas abertas. Tenho que parabenizar o Tribunal de Justiça por essa oportunidade, nesse evento, e dizer que agradecemos esse olhar atento aos nossos municípios”, disse.
 
A audiência é uma grande oportunidade de dar voz aos cidadãos e foi isso que aconteceu com as demandas da tabeliã Eveline Lucas de Rezende, que trabalha no Cartório de Nossa Senhora do Livramento. “O mais importante dessa audiência é a possibilidade de sermos ouvidos, ter voz para podermos solicitar, reclamar e sugerir melhorias. Oportunidades como essa são ímpares”, reiterou.
 
A audiência pública discute cinco eixos norteadores: acesso ao sistema judiciário; eficiência operacional; gestão de pessoas; infraestrutura e tecnologia e adoção.
 
Também compuseram a mesa de autoridades o desembargador Guiomar Teodoro Borges, o juiz-diretor do Foro de Várzea Grande, Eduardo Calmon de Almeida Cezar, a prefeita de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira, e o prefeito de Nossa Senhora do Livramento, Silmar de Souza.
 
 
Ulisses Lalio
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409