Enquete

  01 - Conheço, já peguei minha muda nas ações do projeto;

  02 - Não conheço, mas gostaria de plantar minha árvore;

  03 - Ainda não, mas quero saber o cronograma de plantio e distribuição de mudas.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

13.08.2019 16:31

Autoridades e população prestigiam abertura da expedição Araguaia Cidadão
Compartilhe
Tamanho do texto:
 A abertura da expedição Araguaia Cidadão, na manhã desta terça-feira (13 de agosto), no município de Alto Araguaia (415 Km 415 ao sul de Cuiabá), foi prestigiada por diversas autoridades. O evento é realizado pelo Poder Judiciário de Mato Grosso com o intuito de levar serviços de cidadania, justiça e saúde à população. Nos dois primeiros dias as ações serão desenvolvidas no campus da Universidade de Mato Grosso (Unemat) parceira no evento.
 
As ações seguem até 21 de agosto e, nesse período, a expedição visitará outros cinco municípios: Araguainha, Ponte Branca, Ribeirãozinho, Torixoréu e Pontal do Araguaia. Juntos, esses municípios formam um percurso de 1.300 quilômetros a ser trilhado para atender cerca de 45 mil pessoas. Todas as atividades foram organizadas e pensadas pela Justiça Comunitária, coordenada no Estado pelo juiz José Antônio Bezerra Filho e em Alto Araguaia pela juíza Marina França.
 
O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, ao oferecer os serviços à população, agradeceu os parceiros ressaltando que sem o apoio recebido o projeto jamais teria saído do papel. “Os resultados dessa junção de esforços demonstram que a frase ‘juntos somos mais fortes’ não é mera força de expressão. Somos, sim, muito mais fortes quando pensamos no bem comum. Estamos juntos nessa missão de levar serviços de acesso à Justiça, à cidadania e de consciência ambiental aos habitantes de seis municípios de uma das regiões mais pobres deste Estado. É o Judiciário reforçando parcerias e utilizando a legislação para promover cidadania.”
 
Presente no evento, o deputado federal Max Russi (PSB) afirmou a relevância dessa parceria com instituições públicas e privadas para levar serviços às pessoas que mais precisam. “Todo trabalho jurisdicional que o Tribunal de Justiça faz é importante, porém esse lado social é primordial. Tira o Tribunal de dentro dos gabinetes para fazer esse atendimento direto àqueles que mais precisam dos serviços. Esse é o papel dos agentes públicos, ter um olhar social e diferenciado para o povo.”
 
Representando a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o deputado Wilson Santos (PSDB) reforçou o protagonismo do Poder Judiciário com o Araguaia Cidadão. “Essa tarefa não pertence ao Judiciário, mas ele a realiza. Não é à toa que o TJMT está sempre entre os melhores tribunais do Brasil quando se fala em serviços prestados à população. A magistratura mato-grossense não recua diante das dificuldades e está sintonizada com a necessidade do povo. É por isso que a Assembleia Legislativa de Mato Grosso faz questão de ser parceira nesse trabalho”.
 
O deputado estadual Faissal Calil (PV) destacou a necessidade de ofertar os serviços à população. “Esse projeto dará muito certo, pois vai levar cidadania e justiça a quem mais precisa. Sabemos da necessidade desse povo que muitas vezes são classificados como moradores do ‘Vale dos Esquecidos’. Temos que tirar essa pecha e começaremos com serviços como esses. O programa vai percorrer várias cidades no sul do Araguaia e é uma satisfação presenciar o início dessa expedição”.
 
O prefeito da cidade, Gustavo Melo (PSB), também apontou a satisfação de receber a expedição e, assim, ofertar serviços que, sozinho, o município não poderia fazer. “Esse é um projeto importantíssimo para a nossa população. Serão dois dias voltados à nossa comunidade, onde serão ofertados serviços que não conseguiriam gratuitamente na região como orientação jurídica, por exemplo, certidões e serviços de saúde. O município é parceiro desse projeto e queremos o melhor para a nossa cidade. Estamos lisonjeados de começar esse serviço aqui por Alto Araguaia, que está na nascente do Rio Araguaia, e vem corrigir um pouco da desigualdade social que nos classifica como Vale dos Esquecidos.”
 
O defensor público de Várzea Grande, Joaquim Guedes da Silva, contou que está com a jurisdição deslocada para atender no Araguaia Cidadão e pontuou que a Defensoria Pública não poderia deixar de estar presente em um evento tão grande como esse. “Tivemos a grata satisfação de ver como a população veio até o evento buscar os serviços. Como função essencial à entrega da Justiça, a Defensoria Pública não poderia faltar ofertando certidões e prestando orientação e atendimento jurídico.”
 
Keila Maressa/Fotos: Lígia Saito
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394