Enquete

  01 - Conheço, já peguei minha muda nas ações do projeto;

  02 - Não conheço, mas gostaria de plantar minha árvore;

  03 - Ainda não, mas quero saber o cronograma de plantio e distribuição de mudas.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

09.10.2019 14:07

Tribunal de Justiça irá apresentar experiência com contratação de pessoas surdas em evento do TRT
Compartilhe
Tamanho do texto:
 A coordenadora judiciária do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Mariely Carvalho Steinmetz, irá participar, no próximo dia 29 de outubro, às 17h, do “4º Encontro de Gestão da Responsabilidade Socioambiental da Justiça do Trabalho”. O evento será realizado na sede do Tribunal Regional do Trabalho 23ª Região e a servidora irá participar do painel sobre ‘Acessibilidade e Inclusão’.
 
Na oportunidade, será difundida a experiência do TJMT com a contratação de pessoas surdas para a prestação de serviços de digitalização.
 
“Fomos convidados porque aqui no Centro-Oeste somos pioneiros na utilização de pessoas com deficiência numa proporção tão grande e num projeto de tamanha relevância. Isso chegou ao conhecimento da organização do evento do TRT, que nos convidou para relatar o nosso case de sucesso”, explicou a coordenadora.
 
Ela conta que na palestra irá abordar variados temas, como a importância da inclusão e da resolução do Conselho Nacional de Justiça que versa sobre a acessibilidade (n. 230/2016 – confira AQUI). “Inclusive nós temos uma comissão formada no Tribunal de Justiça que atua diretamente nessa questão. Vou falar da importância do trabalho desenvolvido por eles. Aqui nós ganhamos em qualidade e em celeridade”, salientou Mariely.
 
Atualmente, além dos 40 surdos que atuam no Departamento Judiciário Auxiliar (Dejaux) e na Secretaria Auxiliar da Vice-Presidência do TJMT, quatro intérpretes de Libras são responsáveis por garantir a interação e a comunicação no ambiente de trabalho.
 
A iniciativa é realizada em parceria com a Universidade Livre para a Eficiência Humana (Unilehu), responsável pela contratação dos surdos e intérpretes.
 
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), no censo demográfico de 2010, Mato Grosso possui mais de 127 mil pessoas com deficiência auditiva, entre aquelas que possuem alguma dificuldade, grande dificuldade ou que não escutam de modo algum.
 
Leia matérias correlatas:
 
Tribunal presta homenagem aos surdos que atuam em prol do Judiciário
 
 
Tribunal de Justiça promove inclusão social e valorização de surdos
 
 
Sem preconceitos: surdos que trabalham no Judiciário investem na formação superior
 
 
Lígia Saito
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394