Enquete

  01 - Conheço, já peguei minha muda nas ações do projeto;

  02 - Não conheço, mas gostaria de plantar minha árvore;

  03 - Ainda não, mas quero saber o cronograma de plantio e distribuição de mudas.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

18.11.2019 09:43

Araguaia Cidadão: atendimento médico especializado é uma das maiores procuras em Cocalinho
Compartilhe
Tamanho do texto:
A vida de quem mora em locais distantes de grandes centros médicos é ladeada de privações. Viviane Ferreira de Matos Silva Cardoso se diz a prova viva dessa afirmação já que tem 27 anos, é casada e nunca se consultou com um médico ginecologista. Ela conta que quando se mora em uma cidade de difícil acesso, como é o caso de Cocalinho, é necessário se adaptar à realidade que o local apresenta.
  
No município, apesar de ter posto de saúde, não tem médico especialista, apenas clínico-geral, que acaba fazendo as consultas de quem precisa. No dia 14 de novembro, durante a passagem do Araguaia Cidadão pela cidade, foi montado na Escola José Umberto Moreira, um posto de saúde com a especialidade para atender as mulheres.
  
Viviane aproveitou a oportunidade já que há sete meses está tentando engravidar e está muito preocupada com as mudanças que o corpo vem enfrentando. “Hoje aproveitei para tirar todas as dúvidas que tinha sobre minha futura gravidez. Mesmo não indo ao ginecologista eu leio muito, mas sei que precisamos filtrar o que está na internet, então nada melhor que falar com um médico especializado. Todas as mulheres quando querem engravidar passam por essa ansiedade e foi por isso que eu vim hoje aproveitar o serviço.”
 
Ela conta ainda que na manhã de sexta-feira (15) fez ultrassom ginecológico, juntamente com outros serviços que foram ofertados pela expedição.
 
Quem também aproveitou a oportunidade para usufruir dos serviços da ginecologista foi Lenira Lemes, de 49 anos. Ela também foi especialmente para consultar com a médica. “Faz quase três anos que eu não vou ao ginecologista porque é mais difícil sair daqui para ir à uma cidade só para consultar. É mais fácil ir para Goiânia do que ir para qualquer cidade de Mato Grosso. Então, a gente tem que esperar uma oportunidade para ir porque a viagem fica cara”, pontuou. Além de consultar, Lenira fez exames de papanicolau e mamografia, respectivamente, preventivos para o câncer de colo de útero e câncer de mama.
  
Na cidade, as pessoas para se consultar com médicos especialistas, devem seguir para o Hospital Regional de Água Boa. Os atendimentos são realizados uma vez por semana, sempre às quartas-feiras, e apenas quatro mulheres podem se consultar nesse dia, então elas são levadas em um ônibus do município. Antes, é necessário se inscrever no hospital de Cocalinho e aguardar na fila de espera para consultas, a qual já está com agendamentos marcados até para janeiro.
  
De acordo com a secretária municipal de saúde, Haiane Aguiar, o serviço médico especializado é uma carência do município. “A demanda pelo serviço de ginecologia é uma das maiores da pasta de saúde de Cocalinho. É possível ver a quantidade de pessoas que estão aqui em busca da oferta. Temos uma fila muito extensa de busca por esse serviço e hoje as mulheres poderão aproveitar a oferta aqui e se consultar com a médica que nós trouxemos de Goiás especialmente para participar do Araguaia Cidadão.”
 
No mutirão também foram ofertados exames de HIV, sífilis, hepatites B e C, tipagem sanguínea, nutricionista, dentista e vacinação.
  
Leia mais sobre o assunto:
 
 
Casais aproveitam gratuidade do casamento social para oficializar união no Araguaia Cidadão
 
 
Araguaia Cidadão leva acesso à democracia para população de Novo Santo Antônio
 
 
Índios Karajás trocam lixo por roupas no Araguaia Cidadão
 
 
 
Keila Maressa/ fotos: Alair Ribeiro
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3717-3393/3394