Enquete

  01) Conheço o serviço do Nat-Jus

  02) Gostaria de conhecer o serviço do Natu-Jus

  03) Não conheço

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

15.03.2017 18:50

Nosso Judiciário retoma visitas em 2017
Compartilhe
Tamanho do texto:
Alunos do 1º e 9º semestre do curso de Direito do Centro Universitário Univag visitaram as dependências do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), na tarde desta quarta-feira (15 de março). Este é o primeiro tour de 2017 e faz parte do Programa Nosso Judiciário, projeto desenvolvido pelo Poder Judiciário mato-grossense que tem o objetivo de aproximar a instituição da sociedade.
 
Os acadêmicos conheceram um pouco da história judiciário, puderam assistir a um julgamento da Segunda Câmara Criminal, verificaram as dependências do TJMT, os gabinetes dos desembargadores e o Espaço Memória, que reúne um vasto acervo sobre a história da instituição.
 
Quem recepcionou os alunos ao final da visita foi a desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos, que foi a última magistrada a tomar posse e compor o Tribunal Pleno do TJMT. Ela deu boas vindas aos alunos, falou das atribuições de várias carreiras da área do Direito e destacou ainda a importância de cursos como este, inclusive no dia a dia.
 
A magistrada contou um pouco da sua trajetória, desde a infância muito humilde no sítio onde morava, até passar pelas escolas e universidade públicas, das dificuldades, mas também da luta para conseguir trilhar um caminho de sucesso, com muito estudo, esforço e dedicação. “Nada na vida é fácil, mas é preciso se dedicar para alcançar o que se pretende. Meu principal conselho é ser honesto para seguir carreira jurídica, retidão de caráter e depois estudar muito. Quanto mais conhecimento a gente tem, podemos atender a sociedade de forma muito melhor”, afirmou.
 
A desembargadora ressaltou a importância do ‘Nosso Judiciário’ como fator fundamental na soma da vida acadêmica. “Nada melhor do que conhecer as opções que você terá na vida enquanto jovens acadêmicos e saber como é o trabalho de juiz, desembargador, como tudo funciona. Parabéns ao nosso presidente, desembargador Rui Ramos por dar continuidade nesse projeto que abre as portas do tribunal para as pessoas conhecerem a rotina do nosso trabalho”.
 
O professor e coordenador do curso de Direito, Rodrigo Beloni também falou da importância da parceria entre a instituição de ensino e o TJMT, fator que agrega mais valor e conhecimento aos alunos. “O objetivo dessa parceria é promover o acesso dos alunos ao judiciário para absorverem com maior facilidade o que ensinamos em sala de aula. É uma oportunidade que poucos têm: de estar nos bancos escolares e conhecer a sede do Poder Judiciário”.
 
A aluna do 1º semestre, Taciely Félix de Macedo contou que esta foi a primeira vez que entrou no Tribunal de Justiça e disse que a visita foi importante para ajudar a decidir qual caminho seguir. Ela confidenciou que depois de ouvir a desembargadora Helena pôde definir sua carreira. “Como é o início de um sonho ajudou bastante a definir qual caminho eu vou seguir. Quero fazer concurso para delegado e participar desse projeto me ajudou bastante”.
 
Já Diogo Rodrigues, que cursa o 9º semestre definiu a visita como gratificante. Ele, que já pôde ter maior embasamento dentro de sala de aula, falou que a visita só veio a somar o conhecimento que vem adquirindo nesses anos de faculdade. “Foi muito bom conhecer de perto o funcionamento do tribunal e também os movimentos históricos. Foi uma motivação maior e vou levar isso para minha vida”, disse o acadêmico que quer seguir carreira de defensor público.
 
Ao final os alunos receberam a cartilha do programa Nosso Judiciário e também o manual prático do processo Judicial Eletrônico (PJe).
 
Exemplo – O Programa Nosso Judiciário tem tido grande destaque não só no meio acadêmico, prova disso foi a visita que a equipe do Memorial do Ministério Público (MP-MT) fez, em conjunto com os alunos do Univag, para conhecer de perto como é a visitação. Loaci Cavalcanti, que integra a equipe do MP, disse que além de preservar a memória e valorizar o Poder Judiciário, essas visitas têm caráter educativo, uma vez que muitos alunos desconhecem qual o objetivos dessas instituições e qual carreira seguir.
“Gostei da visita. No Ministério Público iremos adequar os moldes porque lá existem suas funções extrajudiciais e além da questão processual. Mas o objetivo final é um só, o de promover a conscientização e mostrar para a sociedade o valor da instituição, para que ela serve. É uma forma das pessoas valorizarem mais e darem mais créditos a esses órgãos, como Poder Judiciário e Ministério Público, que trabalham de forma harmônica”.
 
Também integram a equipe do Ministério Público e que estavam na visita, Lúcia Cuiabano e José Gabriel da Silva.
 
 
Dani Cunha/Fotos: Tony Ribeiro (F5)
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409