Enquete

  01) conheço e já utilizei os serviços do JEI;

  02) Gostaria de conhecer;

  03) Nao conhecço.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

01.06.2017 18:47

Catálogo de Artes do TJMT é finalista em prêmio
Compartilhe
Tamanho do texto:
 
O Catálogo Coleção de Artes do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) é um dos finalistas do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça, promovido pelo Fórum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ). A premiação reconhece os melhores trabalhos realizados pelas assessorias de comunicação de todos os órgãos ligados ao Poder Judiciário brasileiro. Os vencedores serão anunciados no Congresso Brasileiro dos Assessores de Comunicação da Justiça (Conbrascom), que será realizado no dia 30 de junho, em Maceió (AL).
 
O Catálogo Coleção de Artes consiste na compilação de 60 obras de artistas mato-grossenses que estão dispostas pelos corredores do TJMT, adquiridas em várias gestões com o intuito de transparecer o ambiente cultural em que se constrói a justiça no estado.
 
 Defendendo que “Onde há mais cultura há mais justiça”, a catalogação organizada pela Coordenadoria de Comunicação do TJMT foi escolhida entre as três finalistas para concorrer ao prêmio na categoria “Publicação Especial”. Nesta categoria, concorreram 17 trabalhos. Ao todo foram inscritos 271 trabalhos, batendo o recorde de inscrições nas 15 edições do prêmio. Os trabalhos foram avaliados por 27 profissionais de diferentes áreas da Comunicação e de diversas regiões do Brasil.
 
“A cultura é a forma de domar o medo. É o caminho para se colocar no lugar do outro. É o instrumento para a construção de um mundo de maior liberdade, de menor violência, de maior entendimento (de maior sociabilidade) e, por via de consequência, de menores injustiças”, registrou na publicação o desembargador Paulo da Cunha, presidente do TJMT quando o catálogo foi publicado (2016).
 
 A ideia de catalogar as obras de arte do Poder Judiciário de Mato Grosso foi do servidor Fabiano Cotta de Mello, assessor sênior do presidente Paulo da Cunha à época. Após a ideia ser germinada, a Coordenadoria de Comunicação realizou todos os trâmites necessários para realizar o projeto. Foi feito um Termo de Referência para a contratação da curadoria do trabalho, fotografadas todas as obras com o auxílio da Coordenadoria de Infraestrutura, enviado o pré-projeto ao Departamento Gráfico para revisão, realizada a impressão externa e, depois de muito trabalho, o resultado final salta aos olhos para além do catálogo: as obras foram reproduzidas em agendas e calendários distribuídos aos servidores do PJMT, além da divulgação no site do TJMT.
 
“A gestão foi visionária em fazer esse trabalho de quantificar e qualificar toda essa produção artística. Isso é respeito à sociedade e ao próprio tribunal, a quem adquiriu essas obras. Levamos as obras de arte por meio do catálogo, da agenda e do calendário para que os colegas e a própria sociedade conheça melhor essa riqueza que o Poder Judiciário tem aqui. É dar importância à cultura e promover a melhoria do ambiente, porque uma obra de arte desperta vários sentimentos positivos, incluindo a própria concepção de cada um”, afirma o coordenador de Comunicação, Ranniery Queiroz.
 
Elementos da identidade de Mato Grosso são tracejados nas pinturas acrílicas sobre tela. Florestas nativas, fauna, flora, cerrado, festas regionais e o patrimônio cultural urbano e rural do estado compõem a Coleção de Artes. A publicação está registrada na Biblioteca Nacional com o ISBN 978-85-86422-64-5.
 
Os artistas prestigiados no Catálogo Coleção de Artes são Adir Sodré, Benedito Nunes, Carlos Lopes, Dalva de Barros, Humberto Espíndola, João Sebastião, Jonas Barros, José Pereira, Júlio César, Lara Matana, Marcelo Velasco, Márcio Aurélio, Miguel Penha, Rita Duarte, Sebastião Silva, Sati Yamamoto, Wander Melo, Wender Carlos e Zeilton Mattos.
 
Confira AQUI a lista completa de todos os finalistas do prêmio no país.
 
Veja AQUI a relação das obras de arte do catálogo. 
 
 
Mylena Petrucelli/Fotos: Tony Ribeiro (F5)
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409