Enquete

  01) Conheço e curto o DropsJus;

  02) Gostaria de conhecer;

  03) Ainda não sigo o TJMT no Instagram.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

06.07.2018 06:42

Veja ranking das comarcas que mais economizaram
Compartilhe
Tamanho do texto:
O projeto de Gerenciamento Matricial de Despesas (GMD), desenvolvido pela Coordenadoria de Planejamento do Tribunal de Justiça, segue a todo vapor no Poder Judiciário de Mato Grosso e traz resultados significativos: de novembro de 2017 a maio de 2018 foi contabilizada redução de aproximadamente 40% nas despesas com papel nas comarcas do Estado. O período anterior apontou gastos na ordem de R$ 600,3 mil e, no período atual, de R$ 361 mil, o que representa redução de 39,85%. Além disso, o GMD computou também redução em despesas com impressão (outsourcing) de 0,63%.
 
Em relação aos gastos com resmas de papel, as comarcas de Primeira Entrância que mais se destacam até agora são: Jauru (-93,50%), Pedra Preta (-93,50%) e Nova Canaã do Norte (-80,86%). Já as comarcas que Segunda Entrância que encabeçam a lista de mais econômicas nesse quesito são: Colíder (-85,02%), Chapada dos Guimarães (-82,54%) e Campo Verde (-80,16%). As de Terceira Entrância que por enquanto figuram dentre as que mais economizaram papel são Barra do Garças (-77,856%), Cáceres (-65,64%) e Lucas do Rio Verde (-57,77%). Por fim, as de Entrância Especial que mais registram economia são Cuiabá (-47,48%), Sinop (-41,69%) e Rondonópolis (-35,52%).
 
De acordo com a assessora da Coordenadoria de Planejamento (Coplan) do Tribunal de Justiça (TJMT), Vera Lícia de Arimatéia Silva, o resultado obtido até agora no quesito papel foi bem maior que o esperado e demonstra que as comarcas estão no caminho certo. Uma orientação dada pela servidora é que as comarcas não precisam ter estoque desse material. A solicitação ao Departamento de Material e Patrimônio (DMP) deve ser feita de acordo com a necessidade de uso. “Algumas comarcas já avisaram que tinham estoque de papel e não fizeram novos pedidos. Isso interfere positivamente na classificação delas no projeto. É bom ressaltar que as comarcas não precisam se preocupar em ter grandes estoques, a solicitação pode ser feita conforme a necessidade”, explica.
 
Já com relação a maior conscientização em relação ao uso da impressora destacam-se, dentre as comarcas de Primeira Entrância, Santo Antônio de Leverger (-36,66%), Dom Aquino (-26,87%) e Cláudia (-20,86%). Nas comarcas de Segunda Entrância são destaque Alto Araguaia (-20,86%), Chapada dos Guimarães (-20,20%) e Campo Verde (-17,79%). A comarca de Terceira Entrância que mais economizou nesse quesito foi Cáceres (-13,34%) e, dentre as de Entrância Especial, Cuiabá (-9,19%).
 
Nesse quesito, o GMD entende que os resultados podem se tornar ainda mais expressivos, até mesmo por conta da expansão do Processo Judicial Eletrônico (PJe). “Queremos disseminar cada vez mais a cultura da consciência ambiental. Devo perguntar: preciso mesmo imprimir isso? Não posso fazer de outra forma?”, questiona Vera Lícia. Segundo ela, a orientação geral também é no sentido que a impressora não seja utilizada para fins particulares. “Verificamos que ainda existe muita impressão de documentos pessoais. Queremos trazer essa conscientização a cada um dos servidores. Nesse quesito podemos melhorar bastante”, alertou a servidora.
 
Caso os gestores das comarcas tenham interesse, Vera Lícia explica que o GMD pode fornecer orientações pontuais, inclusive com envio de material motivacional específico às comarcas. Mais informações: (65) 3617-3511.
 
Reconhecimento – Além de economia com papel e impressão, o projeto de Gerenciamento Matricial de Despesas monitora ainda as despesas com energia elétrica, telefonia fixa, telefonia móvel e correios. Em dezembro, serão entregues selos de reconhecimento às comarcas que apresentarem economia na somatória desses quesitos, computados entre novembro de 2017 a outubro de 2018.
 
As categorias são: Selo Bronze (redução de 5% a 9,99%), Selo Prata (10% a 14,99%), Selo Ouro (15% a 29,99%) e Selo Diamante (acima de 30%). A entrega dos selos está prevista para dezembro, durante o III Encontro de Sustentabilidade na Administração do Poder Judiciário, com a participação de representantes de todas as comarcas premiadas.
 
Leia matérias correlatas:
 
Critérios são alterados para concessão de Selos

 
Servidores discutem medidas para redução de custos

 
Comarcas são premiadas com selos de reconhecimento

 
 
Lígia Saito/Fotos: Otmar de Oliveira (F5)
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409