Enquete
Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

 
Notícias

26.11.2019 16:56

Judiciário em Movimento capacita magistrados e servidores em Tangará da Serra
Compartilhe
Tamanho do texto:
 A manhã desta terça-feira (26) foi bem diferente para 16 magistrados das comarcas de Juína, Diamantino e Tangará da Serra. Eles trocaram a toga e os processos por roupas confortáveis e participarem do curso “Segurança institucional e autodefesa para magistrados” oferecido pelo projeto Judiciário em Movimento, por meio da Escola Superior da Magistratura (Esmagis) em parceria com a Comissão de Segurança e a Coordenadoria Milita do Poder Judiciário de Mato Grosso.
 
A atividade ocorreu das 7h às 14h em um clube de tiros privado cedido a pedido do diretor do Fórum da Comarca de Tangará da Serra, juiz Anderson Junqueira, anfitrião do projeto, que segue até o próximo sábado (30) com iniciativas da Escola Itinerante, Jornada de Estudos, Audiência Pública e serviços de Acesso à Justiça.
 
O curso de tiro foi ministrado pela Coordenadoria Militar do Tribunal de Justiça e acompanhado pelo desembargador Mário Kono e pela presidente da Comissão de Segurança de Magistrados, desembargadora Maria Aparecida Ribeiro. “O curso tem levado orientações sobre condutas que poderão auxiliar na defesa pessoal própria, de seus familiares, e de todos os envolvidos no trabalho jurisdicional”, resume a desembargadora.
 
O coordenador Militar do TJMT, coronel PM Alexandre Mendes, disse que o intuito do treinamento é aperfeiçoar a segurança dos juízes. “O curso foi muito proveitoso e percebemos que entre os magistrados vêm crescendo a atividade de tiro. Muitos magistrados nunca tinham manuseado uma arma de fogo e agora tem total segurança em fazer disparos de forma segura e prática quando necessitarem”.
 
Uma das participantes do treinamento foi a juíza Anna Paula Gomes de Freitas, da Segunda Vara Criminal de Tangará da Serra. A magistrada já fez curso por conta e diz que a prática é que garante o bom uso da arma. “A gente se sente valorizado, pois nosso trabalho é de risco e não temos segurança privativa 24 horas, salvo nos casos excepcionais de escolta, então nós precisamos saber nos defender. E esta capacitação, com esta equipe especializada, nos dá mais segurança para o manuseio das nossas armas, nos deslocamentos de uma comarca para outra”, afirma.
 
Servidores - Neste segundo dia de Judiciário em Movimento, o Fórum da comarca sediou simultaneamente quatro capacitações. A instrutora Erika Viana esteve com os servidores do Fórum para tirar dúvidas e propor soluções para os que tem dificuldades na rotina de trabalho na modalidade on the job, no local de trabalho.
 
Outros 160 servidores passaram pela capacitação em Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais, e “Atualizações e inovações do Código de Processo Civil”, pela manhã, e Gestão de Secretária/Gabinete e prazos (CPC), à tarde.
 
Esta é a quarta edição do projeto, idealizado pelo presidente do Poder Judiciário, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, e coordenado pelo juiz auxiliar da Presidência, Agamenon Alcântara Moreno Júnior. As atividades continuam durante toda a semana.
 
A programação ainda prevê a Jornada de Estudos, com o Seminário “Prisão cautelar na visão do STJ”, proferido pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça Joel Ilan Paciornik, na noite de quinta-feira (28) e audiência pública: Elaboração do Planejamento estratégico do Poder Judiciário 2021-2026, na sexta-feira (29). Além de atendimento à população por meio de serviços da Justiça e de cidadania.
 
Leia matérias sobre o Judiciário em Movimento em Tangará:
Projeto Judiciário em Movimento inicia atendimento em Tangará da Serra
http://www.tjmt.jus.br/noticias/58192#.Xd2H9ehKjIU
 
População de Tangará terá dia especial durante Judiciário em Movimento
http://www.tjmt.jus.br/noticias/58155#.Xdv3JuhKjIU
 
Projeto da Polícia Militar será divulgado em Tangará durante o Judiciário em Movimento
http://www.tjmt.jus.br/noticias/58146#.Xdv3j-
 
 
Alcione dos Anjos/ Fotos Alair Ribeiro
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409