Enquete
Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

 
Notícias

31.10.2022 17:09

Gincana do conhecimento movimenta 1º Grau do PJMT
Compartilhe
Tamanho do texto:
A Primeira Gincana do Conhecimento movimentou servidores do Primeiro Grau do Judiciário de Mato Grosso. O Game Jud foi composto por 45 perguntas com três alternativas, sendo apenas um a correta. O jogo foi eletrônico. Os participantes acessaram o link, se inscreveram e puderam medir o conhecimento sobre questões elaboradas via Plantão Tira –Dúvidas, Sistema Omni, Metas, entre outros temas ligados ao Judiciário. A Gincana foi promovida pelo Departamento de Aprimoramento da Primeira Instância (Dapi), ligado à Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ/TJMT).
 
Cerca de 100 servidores do Primeiro Grau participaram da gincana. Uma prova de agilidade e sabedoria. Uma forma de solidificar e despertar o interesse dos servidores que atuam diretamente nos sistemas. Enquanto os participantes respondiam as perguntas, um cronômetro mostrava o tempo na regressiva e uma música agitada cuidava da animação do jogo. O resultado foi imediato. Os vencedores tiveram a mesma pontuação, 43 das 45 perguntas foram respondidas de maneira correta, o critério de desempate foi o tempo que cada um levou para chegar ao resultado. Kamilla Matsui Freitas, primeira colocada e Laryssa Leite, segunda colocada, são analistas judiciárias da CPE e Wilian Charly Oliveira, gestor da Vara Especializada de Família e Sucessões de Sinop, completou o pódio.
 
“É nosso serviço aqui na CPE. Trabalhamos em várias áreas. Não esperava ganhar, a premiação foi maravilhosa”, disse a primeira colocada, Kamila. “Tem algumas perguntas que são do nosso dia a dia e participamos de todos os plantões Tira-Dúvidas. Então gostamos muito dessa parte. Agora é gastar o prêmio. Quem não ganhou, que não desista”, falou Larissa, segunda colocada. “Estudei a história do Poder Judiciário e isso me ajudou muito. Já estou animado para o próximo Game Jud“, considerou Wilian, que liderou a disputa por um bom tempo.
 
Um pouco antes do jogo todos prestigiaram a palestrante, treinadora e coach, Meire Dias Falcão, ela falou sobre mudança. “Esta é a única certeza que temos. Tudo muda. Precisamos dominar habilidade, conhecimento, sistemas, nos utilizarmos daquilo que temos de melhor. É normal sentirmos medo das mudanças. Quando não protagonizamos as mudanças, tornarmos reféns e acabamos engolidos”, destacou a palestrante. Ela ressaltou a criação da plataforma de game criada para absorção de conhecimento com diversão e trouxe uma citação de Thomas Fuller: “O conhecimento é um tesouro, mas a prática é a chave para alcançá-lo”.
 
“Confesso que estou bastante emocionada por este momento. Pensamos muito em como fazer para criar algo que pudesse ser bom para todos, que fosse atrativo. Pretendemos expandir essa forma e interagir mais com a 1ª Instância. Hoje é uma homenagem a estes servidores. Eu tenho honra em participar e de ser servidora pública. Por isso eu participo de todas as atividades que fazem os servidores crescerem. A função da Gincana do Conhecimento é estimular a pesquisa e o consumo dos conteúdos que são disponibilizados no site da Corregedoria. Queremos propor a padronização de rotinas para fazermos mais com menos, queremos buscar parceiros dentro de nossa instituição para disseminar este conhecimento aos nossos colegas. Preciso fazer um agradecimento ao nosso corregedor, desembargador José Zuquim Nogueira. Ele ainda está na sessão do Pleno, mas sempre que o buscamos com propostas para aprendizagem e crescimento ele nos apoiou. O mesmo digo dos juízes Cajango e João Thiago e ao Flávio, nosso coordenador. Gratidão ao Leandro que desenvolveu o jogo, à Mylena, à Deise, e à Rose, que conduziram este projeto. Vocês foram gigantes. Claro, a Amam com o patrocínio, à Escola dos Servidores e à Gráfica. Nosso agradecimento“, disse a diretora do Dapi, Renata Bueno, que encerrou deixando a seguinte mensagem: servir implica em vontade de realizar, compromisso e responsabilidade. Servir dignifica e nos faz orgulhosos do que ajudamos a construir com a força de nossa dedicação e com a força de nosso trabalho.
 
Uma das organizadoras, Rosemeire Pincerato explicou as regras do game e também a premiação. “A gincana foi criada para servidores da 1ª Instância e servidores a Comissão de Processamento Eletrônico (CPE). O primeiro lugar ganha R$1.500,00 o segundo, R$ 1 mil e o terceiro, R$500,00. A ideia do jogo surgiu durante os Plantões Tira-Dúvidas e o Você Sabia?, na medida que o Laboratório de Fluxo foi desenvolvendo. Chegamos a ter 600 pessoas em um desses eventos e fomos ficando mais e mais animados, até chegar aqui. O sucesso é de todos nós”, revelou a servidora Rosemeire Pincerato. O criador da plataforma Leandro Paiva destacou os desafios. “O Quiz foi algo novo. A ideia foi surgindo e aprendemos muito durante a realização do evento também“.
 
“Saúdo a todos, em especial aos servidores, não apenas pela data do Dia do Servidor, mas por terem caminhado com a Corregedoria ao longo destes dois anos de gestão, por terem se aberto para o desafio de aprenderem novas habilidades, novos desafios, a fazerem mais, a uma gestão orientada por dados me por terem participado dos Plantões Tira-Dúvidas. A Corregedoria fala de coisas que são do nosso dia a dia e há uma troca. Isso tudo que fizemos ao longo da gestão foi para vocês. O conhecimento só tem valor quando ele circula. Se guardamos para nós, ele perde um pouco do sentido. Qual o valor do conhecimento? Ele dentro dos gabinetes, das comarcas, tem um valor enorme. Juntos somos mais fortes e somos mais inteligentes. E a maior inteligência é a da nossa organização. De coração, obrigado a todos. Sejam bem vindo ao Game Jud”, reforçou o juiz auxiliar, João Thiago de França Guerra.
 
“Parabenizo a Amam na pessoa do juiz Thiago Abreu, que nos deu a premiação. Tenho certeza que será um sucesso e principalmente aos nossos servidores que se dedicaram mais um pouquinho para aprender. Esta foi à primeira de muitas. E com isso vamos aumentar e compartilhar conhecimentos. Nossa equipe técnica vai entrar em contato para realizar a entrega dos prêmios. Parabéns a todos em especial para a CPE”, destacou o juiz auxiliar da CGJ, Emerson Cajango.
“Esta é uma forma incrível de se avaliar o conhecimento dos servidores. Desejo felicidades aos premiados que fizeram por merecer. Aproveitem o feriado dos servidores”, agradeceu o coordenador da Corregedoria-Geral da Justiça, Flávio de Paiva Pinto.
 
#Paratodosverem
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual. Foto 1: colorida, horizontal. Print de tela com os nomes dos vencedores da esquerda para a direita, seguindo os nomes dos três colocados. Logo acima imagens de algumas pessoas que acompanharam as disputas. Foto 2: colorida, horizontal. Print de tela onde aparecem os juízes Cajango e João Thiago e servidores da organização que conduziram as disputas. Foto 3: colorida, horizontal. Print de tela onde aparecem os servidores envolvidos com a organização do evento. Eles estão em pé e o criador do jogo sentado. Todos olham para duas telas de computador.
 
Ranniery Queiroz
Assessoria de imprensa CGJ-MT