Enquete

  01) conheço o projeto e apoio a iniciativa de plantar 300 mil árvores até o aniversário de 300 anos de Cuiabá;

  02) Ainda não conheço, mas gostaria de obter mais informações;

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

07.12.2017 13:35

Juvam doa pescado ilegal
Compartilhe
Tamanho do texto:
O Juizado Volante Ambiental de Cuiabá (Juvam), do Poder Judiciário de Mato Grosso, realizou fiscalização de combate à pesca predatória nos municípios de Santo Antonio do Leverger (34 km ao sul de Cuiabá) e Barão de Melgaço (113 km a sul de Cuiabá) e apreendeu pescado ilegal que foi doado a instituições filantrópicas de Cuiabá.
 
Nove cacharas, sete pacus e um pintado foram doados para o Lar dos Idosos e a Creche Falcãozinho. O pescado, no total de aproximadamente 100 kg, foi apreendido já morto e, por isso, encaminhado para alimentação pela equipe do Juvam, antes que perecessem.
 
Os quatro policiais militares lotados no Juvam que realizaram a fiscalização também apreenderam duas tarrafas e duas redes que estavam sendo utilizadas na pesca predatória, totalmente em descordo com a lei. Além disso, um suspeito foi conduzido para a Delegacia de Poconé por armazenar pescado irregular.
 
“Nosso trabalho é preventivo e ostensivo, para mostrar a presença da polícia. Nós recebemos denúncias de pesca predatória e o juiz Rodrigo Curvo determina a fiscalização para averiguar. Esse caso foi grave porque estamos no período proibitivo e o pescado foi capturado com apetrechos proibidos, independente da piracema”, constatou o cabo PM Hélio Victor Molina, que participou da ação.
 
A fiscalização foi realizada entre os dias 1º e 6 de dezembro.
 
Leia mais:
 
Juvam doa 185 kg de pescado para duas entidades
 
Juvam apreende 315 kg de pescado no Pantanal
 
Homem é condenado por transportar 18 pacus
 
 
Mylena Petrucelli/Fotos: Juvam
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409