Enquete

  01) Conheço e apoio a iniciativa;

  02) Gostaria de mais informações;

  03) Ainda não conheço.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

13.06.2018 11:18

Atividades marcam Semana do Meio Ambiente em Roo
Compartilhe
Tamanho do texto:
O Juizado Volante Ambiental (Juvam) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) realizou uma série de ações em comemoração à Semana do Meio Ambiente, ocorrida no período de 29 de maio a 9 de junho. As ações compreenderam desde palestras em escolas, plantio de mudas até limpeza no Ribeirão Arareau.
 
Todas as ações tiveram como principal objetivo conscientizar a comunidade sobre a necessidade de cuidar e preservar o meio ambiente em que vivemos, disseminar essa ideia de mudança de comportamento e despertar a preocupação individual e coletiva para a questão ambiental.
 
A juíza coordenadora do Juvam de Rondonópolis, Milene Aparecida Pereira Beltramini, ressaltou a relevância do resultado concreto do evento e destacou a importância do trabalho e comprometimento de todos os envolvidos, “As ações ambientais desenvolvidas na Semana em que se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente teve um cronograma diferenciado da programação de rotina de educação ambiental realizada pelo Juvam”, explicou.
 
A magistrada complementou ainda que esta grande ação ambiental não seria possível sem a participação de todos os parceiros que somam ano após ano nessa missão. “Isso é que contribui para o êxito para o qual estamos caminhando. Cabe à população nos ajudar nessa consciência ambiental, cada um fazer a sua parte”, finalizou.
 
Conheça abaixo as ações:
 
Palestra na escola: As palestras nas escolas tiveram início no dia 29 de junho e alcançaram cerca de 220 alunos da Escola Adventista. Foi tratado o tema: “Como está o meu Meio Ambiente”, mostrando a importância de preservar o espaço em que vivemos. Foram parceiros do evento a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Polícia Militar Ambiental.
 
Também foi realizada gincana entre as escolas Carlos Pereira Barbosa, Edithy Pereira Barbosa e Amélia Oliveira Silva, com o objetivo de estimular a coleta seletiva de resíduos plásticos, interação entre alunos e professores, bem como palestras com orientações sobre “Como proceder à separação correta do lixo”. O Juvam, a Polícia Militar Ambiental e a cooperativa Coopercicla recolheram todo material reciclável para pesagem e posterior premiação da escola que arrecadasse mais resíduos plásticos. A escola premiada, Edithy Pereira Barbosa, ganhou um projetor de imagens (Datashow). O total de alunos alcançados por meio das palestras na semana do Meio Ambiente foi de 2.085.
 
Trabalho com universitários: Ainda na semana de celebração foi realizada doação de madeira para a Universidade Federal de Mato Grosso - Campus Rondonópolis (UFMT) para cercamento de uma horta agroecológica.
 
Já na Faculdade Uniasselvi foi feita uma mesa redonda com acadêmicos do curso de direito do 10º semestre, dando início à pesquisa científica pelos estudantes sobre o período defeso da Piracema com o tema “Os Impactos Ambientais da Mudança de Data da Piracema”. Além dos acadêmicos, participaram do evento a magistrada do Juvam, Milene Beltramini; o promotor de Justiça Ari Madeira; o secretário municipal do Meio Ambiente, João Fernando Copetti Bohrer; o major Daniel Vinícius Salustiano da Silva; o comandante da Segunda Companhia da Polícia Militar Ambiental, tenente-coronel Rodrigo Eduardo Costa; e presidente da colônia de pescadores Z3, Francisco Teodoro da Silva.
 
Comunidade: Já no dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), o Juvam e órgãos ambientais da cidade distribuíram para a população na Praça Brasil Central mais de 300 mudas de árvores (frutíferas, nativas – Ipê). Também teve apresentação de fanfarra, animais taxidermizados, exposição de produtos feitos com material reciclável e Pit Stop com distribuição de cartilhas relativas à “coleta seletiva”. O evento contou com a parceria do Ministério Público, Semma, Polícia Militar Ambiental, Desbravadores da Igreja Adventista do 7º dia e Associação Rondonopolitana de Proteção aos Animais Abandonados (Arpa).
 
Ainda na semana foram realizados plantios de mudas de árvores nas áreas de preservação permanente (APP) do Córrego Poço, localizado no bairro João Moraes; de plantas frutíferas para formação de pomar nas escolas Dersi Almeida e Iracy Araújo, localizadas em áreas rurais; 20 ipês no Parque Sagrada Família e 300 mudas de ipês na PRF. Todas estas ações foram realizadas em conjunto com a Semma, Ministério Público Estadual, Polícia Militar de Proteção Ambiental, Polícia Rodoviária Federal, Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder) e Rota do Oeste, totalizando 420 mudas de árvores plantadas.
 
Ribeirão Arareau: O projeto de ações ambientais foi finalizado com a sexta edição do Mutirão de Limpeza do Ribeirão Arareau, no dia 9 de junho. Para a ação o Corpo de Bombeiros Militar deu as orientações de segurança às equipes participantes do evento para a realização da limpeza às margens do córrego.
 
Ao todo foram definidos nove trechos de limpeza entre a ponte da Rua José Barriga, localizada no bairro Jardim Santa Laura, até a cabeceira da ponte do bairro Jardim Primavera. Cada trecho contou com apoio de uma canoa e dois pescadores da Colônia Z3, que fizeram a coleta dos resíduos para que as equipes responsáveis pelos trechos os recolhessem e os depositassem nas caçambas fixadas à beira do córrego. Todo o material recolhido durante a ação foi levado por caminhões para o aterro sanitário do município.
 
Foram retirados das margens do Ribeirão Arareau cerca de 73 metros cúbicos de material e 22 toneladas de resíduos sólidos. Essa ação ambiental contou com a participação de pessoas de quase 40 entidades e aproximadamente 500 voluntários.
 
Paralelo ao mutirão de limpeza foi realizado na Avenida Rotary Internacional, nas proximidades da ponte do Ribeirão Arareau, pit stop educativo coordenado pela Polícia Militar do 5º Batalhão de Rondonópolis e participação da rádio 105-FM.
 
Também deram apoio ao evento a Polícia Militar de Proteção Ambiental, Samu, Marinha do Brasil, Exército Brasileiro - 18º GAC, Polícia Judiciária Civil, Ong Cantinho de Proteção Animal-CPAR, além de diversas entidades de classes, órgãos públicos, iniciativa privada, Ongs de proteção animal e ambiental, universitários, entre outros.
 
 
Kely Coutinho, especial para o Portal do TJMT
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3394/3393/3409