Enquete

  01 - Conheço, já peguei minha muda nas ações do projeto;

  02 - Não conheço, mas gostaria de plantar minha árvore;

  03 - Ainda não, mas quero saber o cronograma de plantio e distribuição de mudas.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

06.02.2019 15:04

Embaixadora e cônsul da Áustria elogiam Ribeirinho Cidadão
Compartilhe
Tamanho do texto:
Na manhã desta quarta-feira (6 de fevereiro), a embaixadora da Áustria no Brasil, Irene Giner-Reichl, e o cônsul geral da Áustria em São Paulo e chefe do Departamento Comercial da Áustria, Klaus Hofstadler, fizeram uma visita de cortesia ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso, onde foram recepcionados pelo presidente da instituição, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, e pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Ferreira da Silva. Na oportunidade, puderam conhecer as iniciativas desenvolvidas pelo Judiciário Estadual, em especial o projeto Ribeirinho Cidadão, que viram por meio de um vídeo institucional.
 
“Essa é a primeira vez que visitamos Mato Grosso e tivemos uma conversa muito interessante sobre o projeto Ribeirinho Cidadão. É muito impressionante, parabéns por essa iniciativa! Achei interessante a iniciativa e a cooperação com outros poderes e outras instituições, porque o atendimento social não é a competência primária da Justiça. Essa cooperação é muito impressionante e também o carinho de toda a operação”, afirmou a embaixadora.
 
Irene Giner-Reichi explicou que nessa estada em Mato Grosso também visitará a sede da Assembleia Legislativa, do Governo do Estado, da Federação das Indústrias de Mato Grosso, assim como a Prefeitura de Cuiabá. “A primeira finalidade é conhecer melhor o Estado, porque o Brasil é um país enorme, as regiões são muito diferentes uma das outras, e depois procurar possibilidades de cooperação, de fomentar laços mais estreitos. Isso é acompanhado por nosso diretor do escritório comercial, o cônsul geral Klaus Hofstadler, e então vamos ver quais são as possibilidades”, complementou.
 
O cônsul Klaus Hofstadler afirmou ter adorado o projeto Ribeirinho Cidadão e ficado surpreso com a iniciativa. “A gente sempre pensa numa coisa mais séria, com menos impacto tão direto, pelo setor jurídico. Então, esse fato do setor jurídico assumir um papel tão importante para a sociedade nos impressionou muito e emocionou também. Tanto que já estamos pensando como que a gente talvez poderia contribuir de alguma forma, espalhar a palavra, que é uma coisa que muitos estados e muitos países deveriam saber. O Brasil é enorme, tem muitos estados que não estão fazendo uma coisa parecida ainda, mas também têm comunidades carentes que precisam”, observou.
 
Conforme o cônsul, a receptividade dos mato-grossenses está sendo louvável. “Foi uma simpatia total. Estamos muito bem acolhidos, com conversas muito interessantes e realmente um conteúdo muito relevante para falar. Estamos interessados em melhorar todas as relações entre os nossos governos”, complementou.
 
Para o presidente do TJMT, essas visitas são importantes para estreitar as relações entre os dois países. “A embaixadora é uma ativista e nós procuramos mostrar quais atividades que a gente tem, principalmente no meio ambiente, em prol da sociedade, em prol da população indígena... Então, conseguimos passar para eles aquele trabalho que realmente o Poder Judiciário faz além da sua função normal. Foi colocado até uma sugestão da própria embaixadora, de estreitar laços com a União Europeia, porque o projeto Ribeirinho Cidadão que eles viram tem um tamanho muito grande e poderia chamar a atenção de vários países. Futuramente vamos procurar fazer esse estreitamento para melhorar os serviços oferecidos, com a participação de outros países”, destacou o magistrado.
 
Os visitantes foram presenteados com lembranças da cultura regional, como uma viola de cocho feita de jornal, iguarias da culinária local e também com uma edição do catálogo ‘Coleção de Artes do TJMT’, uma compilação de 60 obras de artistas mato-grossenses que estão dispostas pelos corredores da instituição. Essas obras foram adquiridas ao longo de várias gestões com o intuito de transparecer o ambiente cultural em que se constrói a justiça no estado.
 
O juiz auxiliar da Presidência Luiz Octávio Sabóia Ribeiro também acompanhou a visita.
 
 
Lígia Saito/Fotos: Adilson Cunha
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409